FANDOM


  • Atenção: Esta página é anterior ao Guia de Status atualmente vigente no OWBN. Algumas poucas informações desta página podem conflitar com as regras em vigor.

status -

  • Lat., ‘modo de estar’; ‘estado’, ‘condição’.
  • Substantivo masculino de dois números.
  1. Situação, estado ou condição de alguém ou algo, esp. perante a opinião das pessoas ou em função do grupo ou categoria em que é classificado, e que pode lhe conferir direitos, privilégios, obrigações, limitações, etc.
  2. Antrop. Sociol. O grau de distinção ou de prestígio, ou a situação hierárquica de um indivíduo ou grupo de indivíduos perante os demais membros de seu grupo social, dependente de avaliações e critérios variáveis conforme as diferentes sociedades, e associados a ações, comportamentos e expectativas correspondentes.
  3. Antrop. Sociol. Restr. Essa distinção ou prestígio, considerados como um dos aspectos ou fatores que constituem a estratificação social.
  4. Antrop. Sociol. Restr. A posição de um indivíduo no grupo, definida como o conjunto de direitos e deveres associados ao seu papel na organização social. (Cf., nesta acepção, papel social.)

Fonte: Dicionário Aurélio.

IntroduçãoEditar

Status é o termo que determina o peso com que uma palavra de um membro deve ser considerada.

É um resumo dos adjetivos que definem o caráter, o cargo, e a posição de alguém na Camarilla. Simplesmente, alguém com status maior pode exigir o respeito ou mesmo ignorar alguém com status menor. Nos casos onde há uma disputa entre membros e não há evidência concreta, o status determina quem está certo: o membro de maior Status.

Dentro do Camarilla, há muitas formas de definir o status de um vampiro. Os seguintes adjetivos são uma amostra dos mais usados para tanto: Reconhecido, Admirado, Adorado, Bem Quisto, Estimado, Exaltado, Famoso, Irrepreensível, Temido, Honrado, Influente, Justo, Glorificado, Respeitado, Reverenciado, Confiável, Bem-Conectado, Bem-Conhecido, Sábio.

  • Dica Sneaky Bastard: Status é tudo na Camarilla. Quem tem manda, quem não tem obedece (se tem juízo). Contudo, quanto mais status você tem, mais será esperado de você. Pequenos deslizes que são perdoados em neófitos apenas reconhecidos não são relevados para alguém com 5 de status. Pense nisso antes de vender a sua alma por aquele tão almejado traço de status.

Status e CargosEditar

Alguns cargos da Camarilla têm associados a si um ou mais traços de status. Um vampiro que assuma um desses cargos pode adicionar aos seus os traços de status associados a esse cargo.

Os novos traços não serão permanentemente adicionados ao status pessoal: eles estão condicionados à permanência no cargo.

Embora seja possível acumular cargos na Camarilla, um vampiro pode reivindicar o status inerente apenas a um dos cargos assumidos, geralmente o de maior valor.

Embora a autoridade de um cargo seja confinada ao domínio ao qual ele pertence, o status de cargo é válido em qualquer domínio que o portador visite.

Status dos Cargos da CamarillaEditar

  • Justicar: Irrepreensível, Justo e Temido.
  • Alastor: Sancionado e Temido
  • Arconte: Encarregado (Empowered) e Temido.
  • Príncipe: Exaltado, Famoso e Bem-Conhecido (ou Renomado).
  • Senescal: Querido (ou Bem-Quisto) e Estimado.
  • Primogênito: Reverenciado.
  • Líder das Harpias: Influente.
  • Xerife: Temido.
  • Guardião de Elysium: Honrado.
  • Algoz: Temido.

Status Especiais do Líder de HarpiasEditar

Ao ser apontado pelo Conselho de Primigênie, além de receber o traço de Influente, o Líder de Harpias pode tomar emprestado (Ver abaixo: Emprestando Status) um traço de status de cada um dos Primogênitos.

Os Primogênitos, por sua vez, listam este traço como emprestado pela duração do tempo em que apoiarem o Líder das Harpias.

Em alguns domínios, é costume que o Líder de Harpias apenas os tome emprestado no momento em que precisar deles. Dessa forma, os Primogênitos não ficam com seu Status “preso” permanentemente com o Líder de Harpias.

O Líder de Harpias não pode usar esses traços de status em um debate pessoal regular. Apenas pode fazê-lo no exercício dos poderes de seu cargo.

Um Primogênito pode, se sentir que o Líder das Harpias não está fazendo corretamente seu trabalho, retirar temporária ou permanentemente seu apoio. Nessa situação, o Líder de Harpias não pode anunciar o status desse Primogênito para suas ações.

Um Líder de Harpias deve ter especial cuidado para não incorrer na ira do Conselho de Primigênie, porque estes podem removê-lo de sua posição tão facilmente como lhe colocaram lá.

Há uma linha fina entre um Líder das Harpias bom e uma Harpia demasiado voraz. O Líder das Harpias fornece um poder considerável aos Primogênitos, e vice-versa.

AssistentesEditar

O Líder das Harpias e o Xerife podem apontar auxiliares para suas posições. Esses auxiliares são comumente chamados de Harpia e Tenente, respectivamente.

Quando aponta um vampiro para essas posições, o Líder das Harpias ou Xerife empresta um de seus próprios traços pessoais de status ao novo assistente e declara a nomeação ao Senhor do Domínio.

Novamente, alguns domínios têm o costume de que esses status sejam emprestados apenas no momento em que o auxiliar precisar deles. Dessa forma, o Líder de Harpias ou o Xerife não ficam com seus Status “presos” permanentemente a seus auxiliares e podem nomear uma quantidade de auxiliares maior que a de seus traços de Status.

Concedendo Status Editar

  • Justicar: pode conceder status permanente a um vampiro, com o custo de um traço temporário do status para cada traço permanente do status concedido. Se um Justicar desejar conceder mais de cinco traços permanentes do status em uma única sessão, o sexto e status subseqüentes custarão status permanente do Justicar.
  • Príncipe: pode conceder status permanente a um vampiro, com o custo de um traço temporário do status para cada traço permanente do status concedido. Não custa ao príncipe qualquer coisa conceder o traço do status "reconhecido" a um vampiro.
  • Senescal: pode conceder o status permanente a um vampiro ao custo de um traço temporário do status para cada traço permanente do status concedido. O Senescal pode fazer isso apenas quando o príncipe estiver ausente. A decisão pode ser revogada pelo príncipe, sem nenhum custo, se ele assim decidir.
  • Primogênito: pode conceder status permanente a um membro de seu clã ao custo de um traço temporário do status para cada status concedido.
  • Chicote: pode conceder status permanente a um membro de seu clã ao custo de um traço temporário do status para cada status concedido. Um chicote pode fazer isso apenas quando seu Primogênito está ausente.
  • Líder de Harpias: pode restaurar o status que foi tirado por ele (ver abaixo: Retirando Status) ao custo de um traço temporário de status por traço restaurado.
  • Qualquer vampiro:
    • Um vampiro que tenha mais que o dobro de status que outro membro de seu clã pode conceder a esse membro um traço de status permanente. Isto custa um status temporário a quem está concedendo e a concessão deve ser feita publicamente. Note que os status de Cargo contam no cômputo dos status tanto de quem concede como de quem recebe.
    • Qualquer vampiro que tenha status além de Reconhecido e daqueles concedidos por cargo pode conceder a outro membro, de qualquer clã, um traço de status permanente. Isto custa um status permanente a quem está concedendo e a concessão deve ser feita publicamente.

Aqueles que podem conceder status pelo poder de seu Cargo somente podem fazê-lo com relação a atos que tenham ocorrido dentro do domínio ao qual seu cargo pertence ou a um vampiro que seja residente nesse domínio.

Mesmo um príncipe, por exemplo, que deseje conceder status a alguém em um outro domínio deve pertencer ao mesmo clã e possuir status permanente maior que dobro do indivíduo que recebe a concessão do status, ou rasgar um de seus Status permanentes.

Alguns príncipes podem considerar a concessão de status a vampiros residentes em seu Domínio como uma ruptura da Tradição do Domínio.

Status de ReconhecidoEditar

Até que um vampiro deixe de depender de seu Sire e ganhe o reconhecimento na Camarila, não terá nenhum Status. Se for considerado culpado de algum crime ou ofensa, seu Senhor é responsável por isso (ver a Tradição da Responsabillidade).

Um príncipe pode decidir como ministrar o reconhecimento em seu próprio Domínio da forma que lhe convier. Normalmente, quando o Sire se sente confortável com o que sua Criança aprendeu sobre as leis e os costumes de sua sociedade, ele apresenta essa criança ao Primogênito de seu Clã.

Não havendo Primogênito no Clã, essa função é usualmente desempenhada pelo Senescal ou, muito raramente, pelo próprio Príncipe. Às vezes, quando um clã não tem Primogênito, o Príncipe pode apontar um Primogênito de outro clã como responsável. Ou um secretário especial para esses assuntos.

O Primogênito decide então se esse novo membro é digno de representar o Clã por si só. Se o Primogênito rejeitar o candidato, o mesmo terá que trabalhar mais duramente sob a regência do clã para causar uma boa impressão para o seu Sire e para o Clã, se não for destruído sumáriamente.

Na maioria dos domínios, Crianças sem status podem ser destruídas por seu Senhor sem conseqüências oficiais e aquelas ainda sob o aprendizado não são submetidas à Tradição da Hospitalidade.

Isso pode variar, naturalmente, de acordo com as decisões do Príncipe de cada Domínio.

Quando o Primogênito concordar com a apresentação, a Criança será levada diante ao Príncipe para ser reconhecido como um membro da Camarila.

O Príncipe pode entrevistar o neófito da maneira que achar melhor. Se o Príncipe aprovar a apresentação, o neófito passa a ser considerado como Reconhecido, seu primeiro traço de Status.

Esse ato não deve ser confundido com a Tradição da Hospitalidade, onde cada membro tem a obrigação de receber o reconhecimento do Príncipe de cada domínio que adentrar. Sem a Hospitalidade, nenhum vampiro pode reivindicar qualquer Status que possua.

Retirando StatusEditar

Nota: “Reconhecido” é o último traço do status que pode ser rasgado de um vampiro. Todos os demais status devem ser removidos antes da remoção do reconhecimento. Alguns príncipes podem considerar quebra de Domínio a retirada do Status de Reconhecido de alguém sob seu Domínio.

  • Justicar: pode remover status de um vampiro ao custo de um traço temporário de status para cada traço permanente do status removido.
  • Arconte: pode remover status permanente de um vampiro que tentar interferir em suas investigações ou em uma sentença que tenha pronunciado. Esta remoção não custa nada e somente um Justicar pode revertê-la
  • Alastor: pode remover status permanente de um vampiro que intervenha em sua missão oficial. Esta remoção não custa nada.
  • Príncipe: pode remover um traço permanente de status de um vampiro ao custo de um traço temporário de status por traço removido.
  • Senescal: pode remover um traço permanente de status de um vampiro ao custo de um traço temporário de status por traço removido. O Senescal pode fazer isso apenas quando o príncipe estiver ausente. A decisão pode ser revogada pelo príncipe, sem nenhum custo, se ele assim decidir.
  • Primogênito: podem remover status de um membro do seu próprio clã ao custo de um traço temporário de status para cada traço de status removido.
  • Chicote: pode remover status de um membro do seu próprio clã ao custo de um traço temporário de status para cada traço de status removido, mas podem somente fazer isto quando seu Primogênito estiver ausente.
  • Conselho de Primigênie: pode remover um traço de status do Príncipe de seu Domínio, gastando coletivamente status permanente igual à soma de status permanente do Príncipe em questão.
  • Líder das Harpias: pode remover um traço permanente de status de um vampiro que se portou fora da ética da Camarila ou se envolveu em um escândalo. Esta remoção não custa nada, embora tenha de haver alguma verdade no escândalo. A Harpia deve mostrar a evidência relativa ao envolvido quando o traço do status é removido.
  • Guardião de Elysium: pode remover um traço permanente de status de qualquer vampiro que quebre a Máscara dentro de sua própria cidade. Esta remoção não custa nada.
  • Xerife: pode remover um traço permanente do status de qualquer um que se recusar a acompanhá-lo para questionamentos ou julgamentos ou a auxiliá-lo em investigações pertinentes à Camarilla. Esta remoção não custa nada.
  • Algoz: pode remover um traço permanente de status de um vampiro que seja descoberto abrigando ou dando suporte a vampiros criados sem a permissão ou que não tenham se apresentado formalmente ao Príncipe do Domínio. Esta remoção não custa nada. O Príncipe pode retornar o status retirado se assim julgar conveniente.
  • Qualquer vampiro: Caso tenha status mais elevado, pode remover status permanente de outro que tenha status mais baixo. Isso custa um traço permanente de status por traço removido. Esse status pode ser removido temporariamente da mesma forma, através do gasto de traços provisórios de status.
  • Vampiros de um mesmo clã: podem remover um traço do status de outro do mesmo clã, sacrificando coletivamente traços de status permanentes igual ao número de traços de status permanentes de quem estão retirando o status.

Aqueles que podem retirar status pelo poder de seu Cargo somente podem fazê-lo com relação a atos que tenham ocorrido dentro do domínio ao qual seu cargo pertence ou a um vampiro que seja residente nesse domínio.

Alguns príncipes podem considerar a retirada de status de vampiros residentes em seu Domínio como uma ruptura da Tradição do Domínio.

Emprestando StatusEditar

Os membros da Camarilla podem usar seus status para auxiliar outros membros. Isso é feito através da alocação de status voluntária e publicamente com o Harpiato de seu Domínio.

Um vampiro pode emprestar somente um traço de status a um mesmo vampiro. No entanto, ele pode emprestar traços de status a quantos vampiros quiser, enquanto tiver traços para emprestar.

Um vampiro pode emprestar um traço de status a para pagar ou obter um favor de outro vampiro, ou para torná-lo mais poderoso por um período de tempo.

Este traço de status pode ser emprestado indefinidamente, por um período de tempo definido ou para uma tarefa específica.

O status emprestado é retornado ao proprietário original quando se esgota o tempo definido, quando se cumpre a tarefa específica ou quando quem recebeu o status morre. Além disso, quem emprestou o status pode toma-lo de volta a qualquer momento.

Caso um vampiro pratique atos escandalosos enquanto de posse de status emprestados, as conseqüências negativas de suas ações podem se refletir também contra quem lhe emprestou esse status.

  • Dica Sneaky Bastard: Dependendo do Domínio, e com a conivência do Líder de Harpias, você pode emprestar um status e ainda assim ficar com ele para seu uso pessoal. Se o empréstimo for feito para uma tarefa específica, o Harpiato pode considerar que ele está emprestado apenas no momento exato em que a tarefa estiver sendo desempenhada. A Harpia pode, claro, cobrar um favor por esse privilégio...

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.